quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Campeão Brasileiro Série B de 2008


No fundo do poço, entrou em cena um personagem que longe de ser unânime, ajudou a resgatar o orgulho corintiano: Andrés Sanchez. Eleito presidente no final de 2007, Sanchez contratou um dos mais promissores técnicos do país, Mano Menezes, e assim começou a  reescrever a história do clube. 


Apostando no apoio irrestrito dos milhões de torcedores corintianos e em um departamento de marketing profissional, o clube passou a criar receita suficiente para montar um time competitivo sem a necessidade de se ter parcerias como a que levou o clube ao desastre completo. 


Com um time de primeira disputando a segunda, o Corinthians não deu chances aos adversários, o retorno do inferno começou no dia 10 de maio, contra o CRB, num Pacaembu lotado de Fiéis, que, meses antes, tinham feito a promessa de jamais abandonar o time. Logo a 1 minuto, o que ninguém esperava, acontece: Márcio abre o placar para a equipe alagoana. 


Toda a angústia vivida um ano antes voltou naquele instante. Seria possível que iríamos passar sufoco na segundona? Não... aquele talvez tenha sido o único susto na competição. Mas durou pouco. 1 minuto depois, Herrera empata para o Timão e aos 27, Chicão já punha o Corinthians na frente do placar. Aos 26 do segundo tempo, Herrera faz o terceiro, o CRB marca o segundo, aos 42, mas já não havia mais tempo para maiores reações. Estava dado o primeiro passo para a nossa volta à primeira divisão. Depois disso, foi uma festa só. Com mais cindo vitórias seguidas, o Timão fez 18 pontos em 6 jogos e liderou tranquilo a competição até o final.
video
25 de outubro. Sábado. Pacaembu. Corinthians e Ceará se enfrentam pela 32ª rodada. Poderia ter sido um jogo qualquer. Mas não foi. Se o Corinthians vencesse e o Barueri perdesse em casa para o Paraná, o Timão estaria matematicamente de volta à Primeira Divisão. 32 mil pessoas lotam o estádio para presenciar o que poderia ser o jogo da subida. 


Logo aos 8 minutos do primeiro tempo, Douglas abre o placar, após bela jogada de Herrera, que acerta a trave. Logo e seguida, o placar eletrônico do Pacaembu avisa: Barueri 0 x 1 Paraná. Por enquanto, estávamos subindo. No segundo tempo, Chicão aumenta aos 4 minutos, num rebote do goleiro Adílson, após cobrança de falta de Christian. 2 x 0. Em Barueri, o jogo estava 1 x 1, mas o Paraná faz o segundo. E assim ficou. Corinthians, de volta à elite do Futebol Brasileiro. Na comemoração, Felipe e Dentinho pularam o alambrado e foram comemorar junto com a torcida.

Dia 22 de novembro, no Pacaembu, o Corinthians entrou em campo pela penultima rodada do campeonato, com uma camiseta em homenagem a torcida, onde havia diversas fotos de torcedores que pagaram para colocarem suas fotos no manto sagrado. Torcida essa que mais uma vez deu um show em todo campeonato, lotando todos os  estádios aonde foi jogar, 


E esse jogo foi especial mais uma verdadeira guerra. Era o dia da entrega da taça, dia de festa, dia de Pacaembu lotado. O Avaí, que havia conquistado o acesso duas rodadas antes, veio para estragar a festa alvinegra. Herrera abre o placar para o Timão e André Turato empata. Herrera, de novo ele, faz 2 x 1, ainda no primeiro tempo. 


No segundo tempo os times voltam com os animos exaltados e uma briga generalizada termina com a expulsão de Marquinhos Batista, pelo Avaí e de Morais e Elias, do lado corintiano. Após o reinício do jogo, André Santos marca e deixa 3 x 1 para o Timão, aos 29 minutos. Marcus Vinicius ainda faz um gol, mas a reação parou por ai: 3 x 2 para o Timão, placar final.

Para encerrar sua participação na Série B, o Timão vai a Natal enfrentar América com o time misto. E perde por 2 x 0, sofrendo sua terceira derrota na competição. 
Campanha do Campeonato Brasileiro Série B 2008


Jogos: 38
Vitórias: 25
Empates:10
Derrotas: 3
Gols pró: 79
Gols contras: 29

Nenhum comentário:

Postar um comentário