terça-feira, 31 de maio de 2011

Ídolos Corinthianos - Palhinha

Em 1977, o Corinthians, na tentativa de sair da fila, contratou vários jogadores caros. O então folclórico Presidente Vicente Matheus era um apaixonado. Colocava o Corinthians na frente de tudo e tentava de tudo para fazer o time campeão". Foi assim que a história de Palhinha começou no Timão, Jogador habilidade, Palhinha tinha boa velocidade e visão de jogo. Quando o jogo estava complicado e a bola não chegava ao ataque, ele voltava para armar, marcar e tentar ajudar o time de alguma maneira. Mas a característica que mais lhe rendeu fama foi o apurado faro de gol. Muitos acharam loucura quando o presidente Vicente Matheus resolveu pagar 1 milhão de dolares pelo o passe de Palhina- a maior transação do futebol brasileiro até então. Em três anos que ficou no clube, o Homem de 1 milhão de dolares, justificou cada centavo dessa pequena fortuna, brigador e catimbeiro como poucos aoo lado de Basílio, Vaguinho e Wladimir, foi um dos astros do histórico título paulista que tirou o alvinegro paulista de um jejum de 23 anos. Mas foi em 1979 que Palhinha ganhou de vez o coração da fiel torcida, fazendo uma memorável dupla com Sócrates.Palhinha foi o protagonista das partidas finais marcando dois gols (um no primeiro jogo e outro no segunda partida) nas finais do Campeonato Paulista de 1979 contra a Ponte Preta.
video


Nome: Vanderlei Eustáquio de Oliveira
Nascimento: 11 / 06 / 1950
Belo Horizonte - MG
Posição: Atacante
Período em que jogou no Corinthians:
de 1977 à 1980
Jogos: 148
Gols: 44




Títulos:


Campeão Paulista de 1977
Campeão Paulista de 1979

Nenhum comentário:

Postar um comentário