sexta-feira, 10 de junho de 2011

Campeão Paulista de 1988

Para o Campeonato Paulista de 1988, a diretoria junto com o técnico Jair Pereira,  resolve fazer uma reformulação no elenco e aposta em alguns jogadores da base e dos aspirantes omo o zagueiro Marcelo, o volante Márcio e os atacantes Marcos Roberto e Paulo Sergio Rosa o Viola.além do goleiro Ronaldo. Com a venda de alguns jogadores como o goleiro Carlos e o centroavante Edmar a garotada foi ganhando oportunidades no time titular.
Apesar de um time jovem o Corinthians não temia os adversários, tanto que no final da primeira fase, foi a São José do Rio Preto enfrentar o América. Se perdesse, cairia num grupo teoricamente mais fraco, com as equipes do interior: São José, Internacional e XV de Jaú. Do contrário, ficaria com São Paulo, Palmeiras e Santos, num grupo de onde apenas um seguiria adiante. Emum jogo duro o Timão empatou o jogo em 1 a 1 com o América e foi disputar a vaga contra os grandes. O primeiro confronto foi contra o São Paulo e terminou empatado em 2 a 2. No segundo, um  0 a 0 contra o rival Palmeiras, já contra o Santos, na terceira partida o Timão ganhou por 3 a 2.veio o  segundo turno não foi muito diferente. com outro empate diante do São Paulo 1 a 1, outro empate de 0 a 0 com o Palmeiras e novamente outra vitória sobre a equipe do Santos por 2 a 0, o Timão assim garantiu a vaga para ir final. 
Faltava agora passar pelo Guarani que foi o vencedor do outro grupo, com jogadores como  Ricardo Rocha, Paulo Isidoro, Boiadeiro, Neto, Evair e João Paulo, e ainda tendo o último jogo do confronto da  final realizado em Campinas a equipe do Guarani era considerado o favorito na final. No primeiro jogo da decisão, em 24 de julho de 1988, o Corinthians empatou com o Guarani por 1 a 1, no estádio do Morumbi, em São Paulo. O meia Neto, em início de carreira, fez um gol de bicicleta pelo time de Campinas e o lateral-direito Édson  e empatou para o Corinthians. Na segunda partida, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, dia 31 de julho de 1988,  Sem Edmar e depois sem Marcos Roberto, lesionado, o Timão teve que escalar o jovem Viola, que nunca tinha entrado na equipe como titular. Durante todo o tempo regulamentar , o Corinthians suportou a pressão do bugre, e no sufoco com jogadores sentindo câimbras, segurou o empate 0 a 0 e foi para a prorrogação tentar seu 20º título paulista.
Eram jogados 5 minutos, quando o zagueiro Marcelo arrancou para o ataque e tocou a bola para Wilson Mano. O volante tentou chutar em gol, pegou mal na bola e acabou fazendo um cruzamento. Viola, que sentia câimbras, deu um carrinho e fez o gol do título. Festa da Fiel em Campinas. No ano do Centenário da Abolição dos Escravos, Viola, a terceira opção como atacante veio do banco e se tornou-se ídolo da noite para o dia. o único negro da equipe, deu o título para o Corinthians.
video


Campanha do Paulista de 1988
Jogos: 27
Vitórias: 14
Empates: 9
Derrotas: 4
Gols pró::42
Gols contras: 22


REPORTAGEM ESPECIAL DO GLOBO REPORTE
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário